02/03

O lugar onde eu nasci é Busan, mas o lugar onde eu cresci é a ilha de Jeju-do. Eu sou o filho mais novo, com duas irmãs que tem diferença de idade grande. Minha familia recebeu muita fofura (?) enquanto eu crescia. Pois desde criança, eu era repleto de boas energias. Para expressar Jeju-do em palavras: o lugar é cercado de bastante natureza, como o mar e montanhas. No entanto, eu nunca fui ao mar para nadar. Inesperadamente, Jeju-do é grande, e já que eu morava no meio da ilha, na área de cidade, eu costumava jogar futebol na escola primária. A primeira vez que eu cantei na frente de uma platéia foi no meu primeiro ano de escola. Tinha um concurso de músicas de crianças na escola e um representante de cada sala foi escolhido para cantar. Naquela época, eu era o representante da sala e ganhei o primeiro lugar com excelência! Eu ganhei o concurso infantil de canto por seis anos seguidos. Depois disso, eu entrei para o coral infantil da escola e ganhei um prêmio em uma competição em Jeju-do. Eu nunca recebi oficialmente aulas de canto, mas eu praticava muito nas aulas de coral, o que provavelmente me trouxeram esses resultados. Eu escutava uma banda quando estava no ensino fundamental. Embora eu quisesse continuar em um coral, era uma pena que a escola não tinha um. Eu queria cantar, mesmo não sendo em um coral, então pensei em ser cantor em uma banda. Eu cantei com uma banda. Eu gastei muito esforço e tempo cantando e promovendo com essa banda e também fomos em várias competições.

Embora eu gostasse muito de cantar, eu achava que era impossivel e não conseguia imaginar eu me tornando um cantor. Por que eu morava em Jeju-do, que fica longe de Seul. Quando eu falava “eu quero ser um cantor” as pessoas ao meu redor respondiam com “sem chance” (risada). Houveram muitas oportunidades de virar um cantor na ilha. Lá(Jeju-do) era cheio de estudantes, então eu me concentrei em estudar, e como eu gostava de esportes, eu também gostava bastante de basquete. Eu era um estudante aplicado em várias areas (risada). Mas em meu terceiro ano eu recebi um e-mail de procuradores. Era sobre uma competição de canto. Minha professora de artes, que veio me apoiar na competição, me filmou e postou na internet. De primeira eu fiquei fascinado, então achei que fosse mentira. Se eu não tivesse sido procurado naquela epoca, eu teria me tornado um estudante muito aplicado. Antes de me tornar trainee, eu pensava em cantar como um hobby, mas assim que eu comecei a receber aulas, eu percebi que estava falhando em muitos pontos. Então eu trabalhei muito duro. Eu fiquei triste de morar longe da minha familia, quando eu me mudei para Seul para virar trainee. Mas os membros me ajudaram em varias coisas, então eu me ajustei e fiquei bem rapidamente. Desde sempre, eu gosto de deixar a atmosfera boa e de dar força (aos outros). Não importa se é na frente das cameras ou em cima do palco, as palavras que deixam as pessoas felizes e as fazem rir simplesmente saem com naturalidade. Então eu me vejo como o “mood-maker” (“fazedor de atmosfera”) do SEVENTEEN. É claro que não sou só eu, mas quando todos os membros do SEVENTEEN estão juntos, eu acho que isso fica mais forte (risada)

A pessoa que eu mais respeito não é alguém famoso com uma mente brilhante, mas sim, minha mãe, com quem eu tenho vivido há bastante tempo. Minha mãe trabalhou muito a sua vida toda para criar três crianças. Eu me sinto muito grato e orgulhoso dela por isso. Minha mãe é muito boa em cozinhar, especialmente seus caranguejos marinados, são a melhor coisa! Recentemente Jeonghan-ie hyung, que gosta muito de caranguejos marinados, disse “eu quero caranguejos marinados feitos pela mãe do Seungkwan” eu pedi para minha mãe um favor, e ela os mandou direto de Jeju-do. Todos os membros falaram que estava delicioso. Eu quero me tornar famoso e um filho que ela possa se orgulhar logo. (Um artista influente) eu escrevi como “eu mesmo”. Mesmo tendo muitos sunbaenims para me inspirar, eu sinto que o eu individual é precioso, então eu espero que mostrar as cores que somente o Seungkwan do SEVENTEEN tem. Eu sou feliz no SEVENTEEN. Mesmo que nós tenhamos horários apertados e cheios, é bom estar ocupado, eu espero que todos os 13 membros continuem saudáveis. Nosso charme é que os 13 membros são como uma família, nós nos damos bem, fundo nos nossos corações tem paixão e sonhos. Então acho que é por isso que nós somos tão fortes no palco. Pessoalmente, enquanto eu estiver promovendo com o SEVENTEEN, um dia eu gostaria de desafiar um musical. E também estudar linguas estrangeiras! Eu já vi o Seungri, do BigBang, falar Japonês, Chinês e Inglês em programas de variedade. Eu fiquei boqui-aberto e achei incrível! Depois de ver isso, eu senti que precisava me dedicar mais! Desejos são preciosos. Eu vou trabalhar duro e aprender a falar com os fãs de diferentes países, em diferentes línguas!

TRAD
jp/cor: rolco_boo
cor/ing: boo_universe
ing/pt-br: Mari2 – Seventeen Brasil