25/05

Já se foram os dias do bom estilo pop e animado do SEVENTEEN — pelo menos no mais recente EP deles, o Al1.

A boyband coreana mergulhou fundo na moda do eletropop com Al1, lançado segunda-feira. A faixa principal, “Don’t Wanna Cry” leva o SEVENTEEN a uma nova direção, os afastando dos brilhantes singles dos últimos dois anos em favor de um som eletrônico, que não ficaria de fora de nenhum lista de Top 40.

Repleta de ritmos de verão, eletrônicos e inovadores junto aos vocais suaves dos membros, a música é a maior mudança do grupo que ficou conhecido por sua abordagem exuberando do pop. “Don’t Wanna Cry” tem um som mais sutil do que muitos de seus sucessos anteriores, lentamente construindo desde o pré-refrão até o gancho principal da música antes de retroceder aos versos mais contidos, seguido da retomada do som. Apesar de o grupo ser dividido em seguimentos — vocal, dança e rap — o mais recente single tem notavelmente menos raps do que os anteriores, como “BOOMBOOM”, do ano passado. Contudo, os rappers do SEVENTEEN tiveram a chance de mostrarem seus vocais maduros.

A mudança sonora de “Don’t Wanna Cry” significa um amadurecimento do SEVENTEEN já que saíram de seu estilo vibrante e jovial dos lançamentos anteriores; e isso poucos meses após seu membro mais novo, Dino, completar 18 anos, em Fevereiro.

Trilhando um caminho similar, as outras faixas de Al1 também divergem da energia anterior do SEVENTEEN, enfatizando elementos musicais mais complexos do que seus primeiros trabalhos, de estilo mais jovem, mais “meninos”. Como fizeram em seus álbuns passados, Al1 contém faixas que dão amplas oportunidades para que seus membros brilhem individualmente, o que não é algo fácil para um grupo com 13 membros, dividido em três equipes. Mas o SEVENTEEN, um grupo no qual os membros também tem a pesada função de elaborar suas próprias músicas, faz isso parecer fácil.

“Habit”, cantada pelos vocalistas do grupo — Woozi, Jeonghan, Joshua, DK e Seungkwan — é uma balada rítimica de rock eletrônico, enquanto a Hip Hop Team — S.Coups, Mingyu, Wonwoo e Vernon — elaborou a faixa melódica eletrônica, “If I”. “Swimming Fool” é uma brincalhona faixa, pronta para fazer você cair na pista, do grupo de performance e dança do SEVENTEEN, composto de Hoshi, Jun, The8 e Dino. Dois dos dançarinos, os membros chineses do SEVENTEEN, Jun e The8, tiveram até mesmo sua própria faixa, “My I”, uma música ambiente percussiva voltada para dança. A versão digital de Al1 é então completa por “Crazy in Love”, uma faixa eletro-funk elegante que serve como uma ponte entre as músicas mais velhas do SEVENTEEN e o novo álbum.

Duas músicas adicionais — a sensual “Who” e “Check In”, um híbrido de hip hop e trap¹ já lançada anteriormente como um mixtape no ano passado — também fizeram parte da versão final em mídia física do Al1.

Para combinar com esse estilo do álbum de “chegada da maioridade”, o SEVENTEEN lançou um MV para “Don’t Wanna Cry” no qual o grupo expressa a melancólica de quem se arrepende de uma relação que acabou. Eles esqueceram o roupas combinando que haviam usado anteriormente, trocando as roupas de treino de “BOOMBOOM” e os suspensórios de “Very Nice” pelas estilosas roupas do dia-a-dia, feitas sob medida individualmente para combinar com a identidade de cada um dos membros do grupo. Quanto a coreografia, ela é, ao mesmo tempo, desesperada, frenética e elegante — uma representação visual de “Don’t Wanna Cry”.

O SEVENTEEN tem impressionado continuamente por ser um dos grupos de K-pop mais inovadores, levando múltiplos LPs às listas do Worlds Albums, e “Don’t Wanna Cry” não é diferente. O single, e as demais faixas de Al1, mostram uma profundidade musical ao adicionar diversidade ao som do grupo. Com dois anos de carreira, isso é surpreendente, mas muito bem-vindo, e esperamos que o SEVENTEEN continue a nos impressionar com os lançamentos futuros.

A boyband irá para a América do Norte no final desse Verão², trazendo sua primeira turnê mundial para Chicago, Dallas, Toronto e New York em Agosto.

Assista ao MV de “Don’t Wanna Cry” aqui:

¹ Trap é um estilo instrumental do rap, voltado para música eletrônica, atualmente.
² Verão para América do Norte, Inverno no Brasil

FONTE: Billboard (x)
TRAD
Ing/Pr-br: Vee – Seventeen Brasil