Categoria: post
13/10

Woozi, Jeonghan, Joshua, Seungkwan e DK, do Vocal Team do SEVENTEEN, serão os próximos a lançarem uma faixa para o projeto do grupo!

A “Vocal Team do SEVENTEEN” será a voz por trás de “Pinwheel (Catavento)”, e, como vocês podem ver na imagem teaser abaixo, os fãs devem esperar uma (música no estilo) ballad. Essa nova faixa projeto do SEVENTEEN sucede a música da Leader Unit, “Change Up”, “Trauma”, da Hip Hop Unit, e a “Dance of Month 13” da Performance Team.

A Vocal Team lançará “Pinwheel” em 16 de Outubro, então fiquem ligados!

aaa

Fonte: (x)

TRAD
Ing/Pt-br: Vee – Seventeen Brasil


08/10

1. Vá ao site da SBS.

2. Clique em “로그인 (login)”, no canto superior direito da tela.

1

Caso esteja acessando pelo celular, usando algum link de votação como o da imagem abaixo, basta tentar votar que um aviso aparecerá e você redirecionado para a página de login.

2

3. Você pode mudar a língua do site na tela de login, clicando na caixa à direita.

Image

4. Clique em Sign Up, aceite os Termos de Serviço e a Política de Privacidade e clique “Foreigner Join”.

9F45C175-E30E-4108-9DC0-CAA97F073677

5. Preencha os dados como especificados.

Image

6. Coloque seu e-mail e clique em “Verify”. O código de confirmação será enviado para o e-mail que você informou.

8EA86A7E-BA57-45C3-9364-671BF9DF87B2

7. Insira o código no local especificado e clique em “Confirm”.

114C749B-EC2E-4506-9048-89C45D210B50

aaa

8. Termine de preencher os dados e clique em “Sign Up”.

Sua conta foi criada com sucesso. Você agora pode usá-la para votações feitas pela SBS.

 

cr: Scoupstaesstu

TRAD

Ing/Pt-br: Vee – Seventeen Brasil


07/09

Debut do novíssimo príncipe ídolo “Mingyu”: homem bonito & charmoso do “SEVENTEEN” que veio com infinita intenção e ação desafiadora pela primeira vez na Tailândia.

Não limite a linha da sua vida apenas em ser “sem talento” porque você não sabe quando uma oportunidade pode aparecer. Sua vida poderia mudar como a do ídolo de 20 anos “Mingyu” do “SEVENTEEN” que começou dando a si mesmo uma chance para aprender coisas novas até gloriosamente tornar-se um artista simpático e admirado.
Seu ponto forte não é apenas a fofura, mas também seu grande esforço e busca por desenvolvimento sempre. Então não é estranho que ele seja intitulado como “artista que pode fazer de tudo”. Tendo 2 anos de experiência sendo parte de um grupo que contêm 13 membros, Mingyu não só se destaca no visual ou força, mas também sempre adiciona novas coisas a bagagem o máximo possível porque o trabalho duro não é grande coisa para ele.

As fãs estão tão curiosas sobre as notícias que você se tornará um convidado do sitcom “LoungTa MaHa Chon”
M
: No começo desse ano trabalhei na Tailândia e tive uma grande oportunidade de conhece-lo (P’Ae Suphakorn Riensuwan, diretor do programa), nós conversamos informalmente sobre meu passado, “como eu estou crescendo” e eu o disse a verdade. Talvez isso fez com que ele me amasse e foi meio que uma “audição” pra mim também. Quando soube que ia ser um convidado do sitcom fiquei: “Oh… sério?”. Eu não conseguia acreditar, mas me senti muito grato e concordei em seguida. Na minha cabeça, tudo que podia pensar era: “Eu farei o meu melhor”. Desde o dia que ganhei meu roteiro tendi a lê-lo bastante e quando não entendia algo, pesquisava sobre. Eu até tentei memorizar todos os atores com que irei trabalhar.

Estão considerando como sua estréia surpresa na Tailândia e você também veio sozinho. Está animado?
M: Isso é minha estréia como ator também. Me sinto um pouco preocupado porque queria ser um quando era mais novo. Agora eu tenho uma boa oportunidade. Eu pensei: “Será que farei bem?”. E quando estou trabalhando, costumo estar com os membros, mas dessa vez eu trabalharei sozinho, então me sinto mais responsável. Porque meu título é “o Mingyu do SEVENTEEN”, sinto que tenho que ter responsabilidade para as pessoas não ficarem com uma má impressão do meu grupo. Pra ser honesto, essa é minha primeira vez então não tenho ideia nem mesmo da atmosfera de uma produção. Tenho praticado bastante com meu roteiro. Uma semana antes de vir a Tailândia eu deitei na cama e pensei: “Eu posso dormir? Devo ler o roteiro mais uma vez?”. É difícil dormir por causa disso.

Ouvi dizer que fará um artista que ficou perdido nesse sitcom…
M: Meu personagem é “o Mingyu do SEVENTEEN”, isso me deixa aliviado porque atuarei como eu mesmo. Sou animado, engraçado, desafiador, cheio de energia, as vezes confuso, gosto de estar com as pessoas e amo muito me aventurar.

É verdade que você se tornou trainee sem fazer audição?
M: Eu fui selecionado. Quando tinha 14 anos, estava andando quando me pediram para participar da audição. Minha família sempre me disse: “Se você tem a chance de aprender algo novo… vá em frente!”. Quando fiz a audição sabia que não tinha ido bem, mas eles me disseram: “Se você quer isso, continue tentando”. Desde sempre quis ser um artista, mas não era bom e era muito novo. Na audição me disseram pra cantar, porém não consegui pensar em nada então cantei o hino nacional. (Quando você era jovem já estudou música?) Eu tocava baixo na banda da escola e guitarra na igreja, mas nada tão sério.

Pela sua perspectiva, como a sorte mudou sua vida?
M: Ela mudou. Eu tenho uma chance em relação ao meu objetivo e gasto o tempo de maneira digna, pois tem bastante significado pra mim. Me sinto sortudo por poder evoluir todo dia e me aproximar dos meus sonhos. Porque isso é o que gosto de fazer e faz com que minha vida seja significativa. Lembro quando era trainee, ficava extremamente curioso “estou cantando ou dançando?”, mas não eram ambos. Então pratiquei tanto que pude ser bom como os outros mesmo que eles tivessem trabalhando duro também. Eu sempre disse a mim mesmo que devia dar o meu melhor mesmo não sabendo se me tornaria uma artista ou não. Eu não sou bom com as coisas, mas venho avançando cada dia.

A Pledis Entertainment fará uma audição global aqui. Você é um veterano, então poderia dar umas dicas paras todos que querem ser um artista como você?
M: Eu diria pra fazerem o que gostam de fazer e irem atras de seus objetivos cada vez mais. Agora não sabemos se estamos fazendo certo ou não, mas se fizerem, um dia seu sonho se tornará realidade. Eu gostaria que todos focassem no seu sonho não importando de onde é. Se você sonha em ser um artista ou um ator. Aplique-se e treine bastante. Espero que essa audição ajude vocês.

A sua vida depois da estréia é diferente do que imaginava?
M: No começo, eu imaginava que receber muito amor ia me fazer feliz. Depois da estréia, eu me divirto com o que faço e me sinto feliz.

Vários artistas sentem que ganham energia ou felicidade quando estão no palco. Você sente o mesmo?
M: Com certeza! O sentimento de estar no palco e ouvir a torcida de todos me dá energia. Quando estou lá e performo, fico tocado por todos. Eles olham pra mim com tanto carinho. Essa minha felicidade depois de estrear é algo que nunca pude pensar antes.

Como se sente quando alguém admira seu rap desde sua estréia dois anos atras?
M: Sério?… Sinto que está melhor do que no passado também (risos). No começo não sentia isso. Mas quando eu reouço as músicas que cantei desde a estréia, é embaraçoso e engraçado ao mesmo tempo. Eu faço rap melhor agora?

Quais os prós e contras de ter tantos membros?
M: Nós temos 13 membros. Então tomamos bastante tempo, seja pra se arrumar ou para comer, nós gastamos bastante e demoramos pra terminar as refeições. Mas quando um membro não esta presente parece que falta algo e estou sozinho agora. Não nos sentimos sozinhos, já que sempre estamos juntos. Nós sempre estamos animados e fazendo coisas engraçadas. Somos uma família, que permanece junta em qualquer lugar. Quando estamos com fome, comemos todos juntos. Pra qualquer lugar onde queremos ir, vamos juntos. E voltamos pro dormitório juntos. Estamos sempre unidos.

Você tem 20 anos agora. É uma transição do adolescente para o adulto. Tem algo de novo que gostaria de fazer?
M: Quando era mais novo pensava em tirar a carteira de motorista quando crescesse, então agora eu já tenho a minha e já faz um ano praticamente. Eu não sei se é só coisa da minha cabeça, mas virar adulto parece que faz com que meu humor torne-se mais sério e mais intenso enquanto trabalho.

O modo de vida por trás do título de ídolo te faz sentir pressionado? Porque as pessoas esperam que faça isso e aqui.
M: Não é um apressão pra mim. Eu tenho várias coisas que quero fazer, incluindo minha promessa que fiz para minhas fãs e para mim mesmo. Que é lembrar-me que sempre há mais. Não é uma pressão que me leve ao estresse. É natural quando as pessoas te dão muito amor e nós fizemos uma promessa. Nós faremos de tudo para retribuir esse amor. Recentemente o Hip-hop Team liberou uma música nova “Un Haeng II Chi”. O significado da letra é você receberá aquilo que disse. Me lembro de dizer as fãs que queria ser um artista melhor e que esperava encontra-las num lugar maior. Estou tão feliz que pudemos fazer esse tipo de show na Tailândia. E eu fiz uma promessa a mim mesmo no trabalho, incluindo finalizar uma música por semana ou fazer exercícios diligentemente.

O que você acha que as fãs pensam a seu respeito?
M: É constrangedor responder essa pergunta. Eu acho que sou adorável. (Você tem outra opinião?) Não vou negar, não me acho fofo (risos). Não tenho certeza do que as pessoas acham de mim, mas o Mingyu na vida real e o da TV são os mesmos. Eu não escondo nada. Sempre penso positivamente. Se me perguntassem qual a situação que mais odeio na vida, diria que é o estresse, certo? Quem gosta disso? (risos). As vezes nós passamos por situações difíceis, mas eu sempre digo a mim mesmo que tudo vai dar certo e que tudo vai passar.

As fãs sabem que você é um ídolo que pode fazer de tudo, incluindo cozinhar, limpar ou se aventurar…
M: Talvez pelos meus hábitos, eu gosto de me incluir quando vejo uma pessoa fazendo algo. Eu quero ajudar. Mesmo quando o quarto está uma bagunça, nós podemos conversar enquanto ajudamos uns aos outros. E também faço por mania de limpeza. Nós podemos cozinhar também e, estranhamente, se eu estou cozinhando algo para eles e eles estão felizes por isso, me sinto feliz também! Acho que as fãs veem o lado positivo, tipo “ele pode fazer qualquer coisa”. Desde meus 14 anos, quando vivia no dormitório, nos dias que ia pra minha casa e meu quarto já estava arrumado. Agora, minha mãe deu meu quarto para minha irmã. Talvez porque eu tive a chance de ajudar minha mãe a limpar naquela época, eu tenha vontade de ajudar as outras pessoas atualmente. (Não fica cansado?) Se eu fico cansado por trabalhar muito, não limpo ou cozinho. Eu faço quando tenho tempo. As pessoas podem entender errado e achar que faço tudo sozinho, mas não.

Já fez algo mal-feito?
M: Eu acho que não, mas se eu tento fazer algo, faço bem. (Talvez as fãs te queiram nas casas delas!) Eu poderia ajuda-las bastante. (sorri)

Um ídolo tem pouco tempo livre. Isso é verdade?
M: Sim. Não são só ídolos, mas também qualquer um que quer ser bom em algo, ele deve trabalhar duro e focar nos seus objetivos. Quando as promoções acabam, nós temos que nos preparar para o próximo álbum. Trabalhando toda hora. Quando o dia de folga chega, nós pensamos no trabalho então dias de folga não tem muito significado para mim. (Já quis descansar, mas tinha que continuar trabalhando?) Às vezes sim, mas quero me deixar ocupado e trabalhar muito porque se for descansar os outros vão ter que trabalhar mais ainda. (Parece viciado em trabalho) Eu pareço? Eu amo trabalhar. Não posso fazer nada.

Vale a pena trocar a vida de um adolescente normal por uma de trabalho como essa?
M: Sem comparações. Porque ambos possuem prós e contras. Essa é a verdade. As pessoas podem pensar que sou muito novo e não tive tempo para me divertir. Mas eu sou muito feliz por trabalhar assim. Mesmo que elas pensem que estou cansado porque trabalho toda hora, eu recebo tanto amor que quero melhorar cada vez mais.

Agora você tem dado bastante amor para suas fãs coreanas e internacionais. Já teve dúvidas sobre como seu futuro será?
M: Eu não quero pensar nisso. Eu só tenho planos de fazer um pouco disso ou de fazer mais daquilo. Eu me imagino muito nos meus sonhos. Porque acho que desenhar-los faz com que os alcancemos mais rápido. Gosto de planejar tudo. E agora, meu objetivo a prazo curto é esse sitcom. E a longo-prazo é fazer tudo que eu quero fazer.

[Diga me, e se…]

P: E se um dia você acordasse como um estudante de colégio normal?
M: Eu não gosto dessa ideia… mas se acontecesse. Eu escreveria todas as nossas músicas antes do Woozi fazê-las (risos).

P: E se você pudesse ter 17 outra vez?
M: Na verdade eu não gostaria (risos) mas se eu realmente tivesse 17 de novo me esforçaria bastante, porque acho que faria meu eu atual melhor.

P: Quando você está sozinho, qual membro do seventeen você chama?
M: Quando eu fico sozinho. Eu apenas dou meia volta e os membros sempre estão lá (porém agora na Tailândia) eu não pude ligar para nenhum deles. Mas mandarei uma mensagem no chat do grupo dizendo que me sinto sozinho e perguntarei o que estão fazendo.

P: E se você pudesse falar o que vem a cabeça para os membros?
M: Eu diria que admiro o quão bom eles são toda vez que os vejo trabalhando. Eu elogiaria e agradeceria eles por trabalhar tão duro.

P: Quando você está de mau humor…
M: Eu não penso nisso e digo a mim mesmo pra passar: “Quando você acordar tudo será melhor.”

TRAD
thai/eng: redthread95, OdongGyu
eng/pt-br: Anna – Seventeen Brasil


31/07

Os Carats frequentemente se referem ao SEVENTEEN como os reis dos covers e é fácil de saber o porquê! Os treze membros desse grupo em crescimento nunca falham em impressionar os fãs com as suas performances dinâmicas. E eles não estão limitados apenas às suas próprias apresentações; eles também chocam a audiência com performances brilhantes das músicas de outros artistas. É difícil acreditar que o SEVENTEEN debutou há pouco mais de dois anos quando parece que eles já conquistam todos os palcos.

Cheque a lista para ver algumas performances dos covers mais memoráveis do SEVENTEEN!

1. Remix de músicas populares de boy groups em 2016.

Quando fazer o cover de apenas uma música já não era mais o suficiente, o SEVENTEEN trouxe um remix de inúmeras músicas incluindo faixas dos grupos EXO, GOT7, B.A.P, SHINee, Highlight e mais! Essa famosa mistura foi seguida por uma performance de “BOOMBOOM” e “Very Nice”.

2. “Tell Me” de Uhm Jung Hwa.

Esses rookies talentosos provaram a sua proeza musical quando eles chocaram a audiência do “Immortal Songs: Singing the Legend” com “Tell Me”. Eles também homenagearam muitas outras músicas de Uhm Jung Hwa e a fizeram ficar em pé ao final de sua apresentação!

3. “Escaping the City” de Clon.

Retornando ao “Immortal Songs: Singing the Legend”, recentemente o SEVENTEEN teve o desafio de fazer o cover de uma das músicas de Clon de 1997. O estilo único da música antiga não os deteve nem um pouco, e não demorou muito para a audiência ficar tão animada quanto estava antes.

4. Medley de músicas famosas de girl groups.

O SEVENTEEN chocou os seus fãs quando revelou esse medley fatalmente fofo de “Lion Heart”, “Rough” e “Ice Cream Cake”. Até músicas de girl groups estão ao alcance desses artistas cheios de talentos!

5. “Décalcomanie” do MAMAMOO.

O MAMAMOO é conhecido pelos seus vocais poderosos na indústria do K-Pop. A Vocal Unit foi capaz de mostrar suas habilidades quando chegou a hora do SEVENTEEN performar “Décalcomanie”. É impossível esquecer essa apresentação onde eles usaram ternos elegantes e uma coreografia suave junto aos seus vocais sempre impressionantes!

6. “Bang” do After School + “Sorry Sorry” do Super Junior + “Balloons” do TVXQ.

Adivinhem com qual grupo podemos contar para trazer a melhor apresentação quando é hora de arrebentar? É claro que é no SEVENTEEN que estamos pensando!

7. “Wild Eyes” do Shinhwa.

Outro clássico foi apresentado pelo SEVENTEEN quando eles compartilharam essa bela apresentação de “Wild Eyes” com o mundo. A imagem gentil foi uma surpresa prazerosa para os Carats, que estão acostumados a ver os vídeos brilhantes e performances animadas do SEVENTEEN.

8. “Happiness” do H.O.T.

Falando em performances brilhantes e animadas, o SEVENTEEN provou que pode ser adorável quando fez um cover de “Happiness”, que é mais velha do que alguns dos próprios membros! O seu remix acabou sendo ainda mais fofo que o original. Os Carats sabem que qualquer oportunidade de ver Woozi em um macacão é valiosa.

9. Remix de músicas retrô de girl groups.

Parece que não existem limites de estilo ou época para as músicas que o SEVENTEEN pode performar. Eles exibiram esse atributo mais uma vez através do seu remix de músicas do Girls’ Generation S.E.S e Lee Hyori.

10. “Show Me Your Love” de Super Junior e TVXQ

Não é surpreendente que o grande número de membros no SEVENTEEN permita que o grupo apresente faixas de grupos sênior tão grandes quanto o Super Junior. No entanto, eles realmente se superaram quando fizeram essa apresentação especial, que era originalmente performada pelos 17 membros do TVXQ e do Super Junior combinados!

11. “U” do Super Junior.

Todos os treze membros exibiram a coreografia encantadora de “U” nesse cover apaixonante!

12. “Sorry Sorry” do Super Junior.

O SEVENTEEN está de volta novamente com os seus covers de Super Junior! Carats e E.L.Fs frequentemente comentam sobre como eles lembram do Super Junior antigamente quando assistem a esses garotos talentosos tomando o palco.

13. “Bindaetteok Gentleman” de Han Bok Nam.

“Bindaetteok Gentleman é, de longe, a música mais antiga que o SEVENTEEN já performou dessa lista, já que esta foi lançada em 1987! O SEVENTEEN mergulhou na música imediatamente e ganhou os fãs com a sua versão animada, retrô e sofisticada.

Fonte: (x)

TRAD
Ing/Pt-br: Andy – Seventeen Brasil


28/05

DA4uL6uXUAAtsKB

DA4uL6wXYAMNb-_

Um presente para todos vocês, fofos 😏😏😏


03/04

[Dokyeom do 17] Carats! Vocês trabalharam bem duro hoje~ Eu sempre darei força a vocês, amo vocês ♥

TRAD
cor/ing: FALLinHOSH
ing/pt-br: Belle – Seventeen Brasil


02/03

Eu sou o líder geral e da HipHop team no Seventeen. Quando eu era pequeno, junto com meu hyung que é dois anos mais velho que eu e com os amigos dele nós brincávamos de futebol na rua e esconde-esconde. Os hyungs me tratavam fofamente, quando eu entrei no ensino fundamental eu fiz vários amigos da mesma idade. Eu jogava um jogo de tiro no computador que era popular na época mas preferia brincar na rua. Eu me divertia mais tendo experiências que moviam o meu corpo e não minha cabeça. O que eu mais gostava era ‘Polícia e ladrão’. Eu e meus amigos nos dividíamos em 2 grupos, as polícias e os ladrões, aonde a polícia tinha que perseguir o ladrão, e nós não nos limitávamos em brincar apenas no território da escola mas sim corríamos e perseguíamos pelo bairro todo. Eu me machucava todos os dis, meus joelhos ficavam ralados. (risos)

Mesmo que eu não fosse o número 1 em termos de estudo na escola, eu não tinha uma personalidade ruim. Eu gosto do mundo, então história e geografia eram divertidos. Por outro lado, eu não ia bem em inglês e matemática, mas eu tentava. Eu pensava que tanto em estudar quanto na lição de casa eu deveria fazer o meu melhor pelo que foi me dado. Eu acredito que “se você consegue fazer tudo que lhe é dado, você pode fazer o que quer fazer.”

No ensino fundamental, eu passava horas jogando futebol com os meus amigos depois da aula. Era divertido e puro chutar a bola com os meus amigos, fazer o que eu queria fazer, dar o meu melhor em tudo que fazia. Eu gostava da sensação de missão cumprida depois de terminar o meu trabalho.

Um dia, no oitavo ano, eu queria descansar um pouco do futebol então fui embora logo depois do colégio. Naquela vez, alguém me chamou e era um caçador de talentos. Quando eu contei para o meu pai a reação dele foi “não há motivo para eles te escolherem!” (risos) Eu também pensei que não havia razão para eles me pararem, mas depois de eu ter certeza de que era verdade, meus pais me deram 100% de apoio.

No SEVENTEEN, meu tempo de trainee foi o mais longo. Até o fim do ensino fundamental, eu não tinha muito um interesse grande em música, mas depois de me tornar um trainee e começar a ter aulas, receber minha primeira tarefa, eu comecei a pensar, “Eu realmente tenho que me esforçar”. Depois de começar a pensar assim, eu passei a querer ser bom tanto em dançar quando em cantar. Quando participei da performance do After School como dançarino, eu era apenas um dançarino de fundo, e pensava muito, “Ah, um dia, quero estar no palco com o meu grupo, minha música e minha dança”. Desde então, eu me esforcei ainda mais.

Durante uma vida longa de trainee, apesar de definitivamente ter tido momentos difíceis, os membros do SEVENTEEN foram crescendo aos poucos em número, então agora todos os dias são harmoniosos e divertidos. Não muito tempo depois de me tornar trainee, eu não estava me saindo bem mas meus ohos foram abertos para a alegria da música. O charme do rap é que sejam palavras que eu gostaria de dizer ou letras carregando meus pensamentos, ele consegue transmitir minhas emoções para os outros. Eu escrevo minhas próprias partes, mas houve momentos em que eu escrevi letras para as partes de música também.

Fazendo letras, eu já pensei em me colocar e mergulhar na situação da letra. Me tornando o personagem principal, eu penso, “Nessa situação, o que eu faria? O que eu diria?”. Também, quando tenho tempo livre entre as agendas, eu assisto muitos doramas. O que eu gosto é estrelando o Gong Yoo – Goblin. Eu também gosto de ler o livro que o Gong Yo leu no dorama, “어쩌면 별들이 너의 슬픔을 가져갈지도 몰라” (lit.: Que estrelas levem sua tristeza para longe). É uma coleção de poemas curtos, mas inclui tantas palavras boas que me dá muitas emoções. Estou aprendendo a experimentar muitas coisas indiretamente de doramas e livros.

Quando eu recebi o papel de líder, eu senti um grande senso de responsabilidade. Eu sou o líder geral do SEVENTEEN, mas como cada um dos membros apoia a equipe, eu acho que quero ter mais o papel de “hyung de uma família” do que o papel de um líder. Pensando em quando eu era mais novo, a experiência de brincar com os meus hyungs volta. Meu hyung brigava comigo quando eu precisava levar broncas, e cuidava de mim quando eu me esforçava. Não é bom só tratar alguém bem, você precisa falar sobre as coisas ruins se elas acontecerem. Eu acho que isso faz uma família, e um bom líder.

Acho que o charme do SEVENTEEN é que o trabalho em equipe de 13 membros, e as personalidades de cada membros combinadas criam uma reação química. Não só no palco, normalmente nosso relacionamento é muito bom. Essa é a força que move nossa coreografia harmoniosa. Seja abraçando os ombros no palco ou o contato físico de encostar a cabeça no ombro de outro membro, estamos sempre naturalmente brincando. Ouvir os Carats me dizerem, “Seu contato físico é engraçado”, me deixa feliz porque eu penseo que eles devem gostar do nosso jeito natural.

O nome S.Coups é uma combinação das primeiras letras do meu nome real, Seungcheol, de SEVENTEEN, e Coup d’état. Tem o significado de fazer o Seungcheol e o SEVENTEEN terem grande sucesso, eu que inventei. Estou muito feliz agora. É o meu sonho que todos os membros se deem bem e tenham atividades por muito tempo e não se machuquem. E com o pensamento de que seria bom se mais pessoas ouvissem nossa música, continuaremos ativos.

TRAD
jp/cor: _J_Kei
cor/ing: nutjereon
ing/pt-br: Ju e Du – Seventeen Brasil


20/02

No dia 7 de fevereiro, os netizens nomearam quatro boygroups em que estão antecipando ansiosamente e que tem o potencial para explodirem em 2017.

Em primeiro lugar está o SEVENTEEN, seguidos por Monsta X, B.A.P e Astro. Netizens comentaram: “Eu pessoalmente acho que SEVENTEEN e Monsta X farão bem esse ano.”

“Eu concordo, SEVENTEEN e Monsta X dominarão o ano!”

“Eu acho que o SEVENTEEN será daebak. Astro pode ficar popular.”

*Só foram traduzidas as partes em que SEVENTEEN foi citado.

Fonte

 

TRAD
ing/pt-br: Bia – Seventeen Brasil

11/12

O SEVENTEEN ficou em 11° lugar no ranking de vendas de primeira semana com seu mini album ‘Going Seventeen’, tendo vendido mais de 131.400 cópias! Esse ranking se trata de vendas na primeira semana desde 01.01.2008 até hoje, como mostrado na imagem.

czag0pkwiaikgzx

Via: king_0615


08/12